• Jill Muricy

A Trajetória de um GUERREIRO

Qual a idade ideal para começar a ter os desafios da vida? Seria bom se tivéssemos resposta para toda pergunta desafiadora.Mas um ensinamento é certo: toda pessoa que passa pelo teste do sofrimento desde cedo, é porque a missão dela na existência terrena irá produzir frutos de cura e superação na história dos seus semelhantes.

O VITORIOSO Nailon Vieira/ Foto: arquivo pessoal


A força de uma pessoa é medida pela capacidade que ela tem de enfrentar a dor em qualquer esfera da vida. E se essa pessoa for uma criança, a dimensão de toda a situação ultrapassa a lógica humana, porque esse ser foi escolhido para dá exemplo de entusiasmo, firmeza e confiança em Deus.


Tudo vem por uma razão, nenhum sofrimento é em vão, ele sempre vem para transformar tudo que estiver por perto. E bem-aventurados são os que enfrentam os sofrimentos com esperanças, pois sabem que um dia eles passarão.

Para o adolescente Nailon Vieira de Souza, de 16 anos, de Campo Formoso, na Bahia, a luta pela sobrevivência começou muito cedo. Ele brincou bastante na infância, época que conheceu o primeiro grande desafio da vida: estava com Leucemia Linfocítica Aguda (LLA), aos seis anos, em junho de 2011.


Nailon e a família começaram uma verdadeira batalha para vencer o câncer. O tratamento foi em Salvador, com várias sessões de quimioterapia. Ele e Iracema ficavam hospedados na casa de amigos, voltavam à própria residência depois de meses na capital, devido a duração do processo de cura. Após dois anos de luta contra a doença, ele venceu a Leucemia. Foi um grande alívio para todos, mas ainda viriam algumas surpresas pela frente.


Em junho de 2017, o garoto descobriu que estava com uma recidiva, o câncer havia voltado, dessa vez em forma de nódulos com um tumor no testículo. Fez cirurgia para retirar a neoplasia, e voltou a fazer a dolorosa quimioterapia, acrescentada de sessões de radioterapia.


Certo dia, no hospital, Nailon foi intoxicado pela metotrexato, ele passou duas semanas com diarreia e vomitando sangue. Tomava 21 tipos de antibióticos para conter o envenenamento. O coleguinha dele de quarto, também passou pelo mesmo perrengue, mas não resistiu. Nailon Vieira é o primeiro sobrevivente de um quadro como esse.

Nailon durante o tratamento do câncer no hospital/ Foto: arquivo pessoal


Com ajuda da medicina e das orações da mãe dele Iracema Vieira, uma mulher de fé, que vive para exaltar a Deus, Nailon venceu mais uma vez o Câncer. Batalha travada pelos joelhos de Iracema no chão.


Desde a primeira vez que Nailon ficou doente as duas avós dele, a materna e a paterna, também tiveram câncer, Iracema cuidava dos três ao mesmo tempo: filho, mãe e sogra. Os três superaram a doença. A força da oração da mãe do garoto, destruiu toda ausência de saúde que beirava a família dela.

O GURREIRO Nailon, após vencer o câncer pela segunda vez/Foto: arquivo pessoal


Em 2020, em meio à pandemia, após fazer todos os exames de revisão, Nailon fez um ecocardiograma que constatou que a quimioterapia havia lesionando o coração do jovem guerreiro. Cardíaco, faz tratamento do coração e acompanhamento frequente do cardiologista. Mas, há duas semanas, após repetir o exame do coração, devido a medicação que ele está tomando, a lesão está diminuindo cada dia que passa.



Para tudo há uma solução na vida: o segredo é ter fé em Deus e, lutar com todas as forças para obter o resultado desejado. Com apenas 16 anos, Nailon Vieira já VENCEU dois cânceres. Agora luta pela cura total do coração.

A VIRTUOSA Família Vieira: Nailon, Neto(pai), Iracema (mãe) Nadeala (irmã)/Foto: arquivo pessoal


A existência humana é marcada pela superação de cada dia. E como todo jovem, Nailon sonha em fazer faculdade, ter um bom emprego para ajudar a família tão guerreira. Enquanto isso, a forte Iracema segue rezando, pois ela acredita em futuro repleto de alegria para todos de sua casa.

Destaque
Tags