• Jill Muricy

A Mulher Estéril que se Tornou Mãe de Duas Filhas

Não existe situação irresolvível nem problema sem solução, por mais que os acontecimentos sejam assustadores, eles são conduzidos e controlados pelo autor do tempo.

Sabrina: a estéril que é mãe de duas filhas/Foto: arquivo pessoal


Tudo só acontece no momento que é para acontecer. Nada está atrasado ou antecipado, Deus não tem limite, mas, o impossível só acontece na hora determinada.

A VIDA desde a Infância

A carioca Sabrina Dartora Marins, é uma mulher inspiradora, possui uma história de vida impactante pela fé em Deus. Todo ser humano é escolhido para viver um desígnio na sua jornada existencial.


Dartora teve uma infância bem simples por ser de uma família financeiramente pobre. Como criança vivenciou uma dura realidade nas comunidades da Lagartixa, em Barros Filho, e da Pedreira, em Costa Barros.


Eram situações difíceis para qualquer pessoa, principalmente para uma criança. Mesmo assim, a menina Sabrina brincou bastante na rua, com muitos amiguinhos.


Na época, sonhava em ser modelo, mas na verdade o que ela mais queria era morar em um lugar melhor, ter uma casa com espaço para brincar.


Quando estava na adolescência, ela e a família foram morar no bairro da Pavuna, zona norte da cidade do Rio de Janeiro. Na nova casa, a vida era bem tranquila, em relação aos anos anteriores.


O tempo foi passando dentro dos padrões da normalidade, o sol resplandecia todos os dias, com muita intensidade. Mas chegaria um tempo que, sua luz desapareceria por longos anos da vida de Sabrina, porém, a luz dele continuaria brilhando, mesmo acima das nuvens!

Em 2011, Sabrina Dartora estava com 25 anos, foi madrinha de casamento da prima, e fez par com Elias Marins, um advogado, melhor amigo do noivo.


Ambos se entreolharam, e assim surgiu um clima de romance no ar, mas, no dia da cerimônia nada aconteceu. No fim do mesmo ano, eles começaram a namorar. Com apenas dois meses de namoro ele a pediu em casamento, e ela aceitou!


O noivado aconteceu em 2012. Em setembro de 2013, foi o casamento luxuoso do jovem casal. Que começou às dez da manhã, em uma casa de festa badalada da capital fluminense.


Para aquele dia, estava previsto uma forte tempestade, mas a noiva pediu a Deus que não chovesse. E para alegria de todos, o dia estava lindíssimo aquecido pelo forte sol carioca.


No Início da noite, os noivos viajaram para a lua de mel, em Natal, no Rio Grande do Norte, de lá ficaram sabendo que sobre a cidade do Rio, havia caído um forte temporal.


Ao retornar de Natal, o casal foi morar com a mãe e o irmão de Elias, por quase dois anos, enquanto o apartamento que tinham comprado na planta ficava pronto. O novo casal trabalhava no centro da cidade, e a convivência com os membros das família era muito calorosa.


Em 2015, eles mudaram-se para o próprio apartamento, daí Sabrina começou a fazer planos para engravidar. Pediu para ser mandada embora do emprego onde trabalhava como secretária para dedicar-se à maternidade.


A Maior Provação da VIDA

O ano terminou e ela não ficou grávida. Chegou 2016, ela tentou e não conseguiu, em 2017, também não conseguiu engravidar. Por causa disso, Sabrina foi procurar saber o que estava acontecendo.


A ginecologista deu notícias desanimadoras, Dartora saiu do consultório chorando desesperadamente. Começou aí um quadro fortíssimo de depressão.


Ela passou por vários médicos, fez muitos exames inclusive o histerossalpingografia, que indicou que as trompas da moça eram obstruídas e elevadas, e o útero retrovertido. Tinha mioma, e micro poli cisto nos ovários. Mais uma vez se desesperou e não queria mais viver.


Sabrina desejava ser mãe, queria dar um filho a Elias. Ele não cobrava uma criança, porém, ela não se perdoaria senão o fizesse pai. No condomínio onde moravam, havia muitas crianças que brincavam no parquinho, isso a abalava muito, pois lembrava-se que era uma mulher estéril, e não podia gerar filho.


Ela, no auge da depressão, impulsionada pelo desespero, sugeriu que o marido arrumasse outra mulher para se tornar pai mas ele não aceitou, queria ficar com ela com ou sem filho.


O pai de Sabrina cogitou ao casal a adoção de uma criança, mas Elias disse que iriam tentar um filho biológico. Ele acreditava que um dia alcançaria a paternidade. Chegou a fazer exames para saber se poderia ser pai, o resultado deu positivo.

Certo dia, Sabrina e Elias foram a um churrasco em comemoração ao aniversário de uma amiga, no ambiente somente a aniversariante sabia que Dartora não podia engravidar.


De repente um homem usado por Deus, olhou para Sabrina e disse: " você vai ter um filho, tudo que está fora, Deus está colocando no lugar, no seu aparelho reprodutor. Vai ser um atrás do outro". O coração da futura mamãe quase saiu do peito. Para ela somente um filho já estava bom, e saber teria dois, era algo inenarrável.


A fé de Sabrina aumentou juntamente a esperança de ser mãe, com aquela notícia. Em agosto de 2018, Elias ganhou na justiça uma grande causa de uma cliente, e com isso um bom dinheiro.


Então, o casal resolveu ir a Israel, pois ambos tinham o sonho de conhecer a terra de Jesus. Acreditavam que Dartora voltaria da viagem grávida.


Mas passaram-se os meses e nada, daí a frustação voltou mais uma vez. Sabrina ficou muito mal, quando Elias voltava do trabalho, encontrava a mulher aos prantos no chão, o travesseiro dela vivia encharcado de lágrimas.


A médica aconselhou Sabrina fazer uma cirurgia para colocar as trompas no lugar, mas ela orou e sentiu no coração que não deveria fazer nada, se Deus quisesse que ela fosse mãe, seria sem precisar fazer procedimento nenhum, porque acreditava em milagre.


A SUPERAÇÃO


Chegou o ano de 2019, e com ele surpresas inimagináveis. Sabrina receberia das mãos do autor da vida, o presente que ela passou a vida toda pedindo a Ele.


Em fevereiro daquele ano descobriu que estava grávida, mas contou apenas para alguns membros da família. Pois tinha medo de perder o bebê.


Como Deus havia prometido, ela engravidou naturalmente, sem fazer procedimento nenhum, pois é Deus quem dá a vida. A mamãe de primeira viagem, vivia um verdadeiro sonho real: carregava uma vida no seu ventre, que pelos olhos da ciência seria impossível. A gravidez foi tranquila, dentro dos padrões da normalidade.


E no dia 01 de novembro, Júlia nasceu de parto normal, na banheira do hospital. Foi uma alegria sem fim para toda família. Em 19 de abril de 2021, Jade, a segunda filha, veio meio ao mundo. As meninas são lindas e saudáveis!

As meninas da promessa: Jade um ano e Julia dois anos/ Foto: arquivo pessoal


A VIDA nos Dias Atuais

Atualmente, Sabrina nos auge dos 37 anos, dedica todo o seu tempo para cuidar da família que é evangélica. Elias já sonha com o terceiro filho, o casal mora no bairro da Penha, zona norte, da cidade do Rio de Janeiro.

Muitos achavam que essa cena nunca iria acontecer, mas ela é real. Sabrina, Elias, Júlia e Jade/ Foto: arquivo pessoal


Todo o que você coloca nas mãos de Deus, Ele atende. A mulher que era estéril e hoje é mãe de duas filhas, afirma: a oração é a chave que abre toda e qualquer porta.





Destaque
Tags