• Jill Muricy

Vazio não PREENCHE Vazio

A verdade é que dentro de todo ser humano há um buraco a ser preenchido, o que chamamos de vazio: mas, afinal de contas, o que é o vazio?

Para responder essa delicada pergunta não vou recorrer a definição do dicionário tradicional, vou falar sobre o que vivi na minha humilde experiência de vida.


Para começar quero dizer que o homem moderno está mais preocupado com aparência do que com a essência, carente de amor e pobre de valores, vive tentando impressionar os outros com aquilo que ele não é.

A sociedade atual é profundamente ferida e vazia, e por consequência infeliz, as pessoas acham que viajar, ter bens materiais, serem famosas, se exporem nas redes sociais é sinônimo de felicidade, porém nada disso preenche à alma.

Quanto mais as pessoas são vazias, mais fazem questão de dizer que não sofrem, que são altruístas, e vivem de bem com a vida...

Além disso, o vazio nunca foi tão presente nos seres humanos... a indústria do entretenimento nunca produziu tanto, a tecnologia tem a capacidade de aproximar quem está em outro continente, e mesmo assim nunca se ouviu na história da humanidade uma geração tão fria, agitada e solitária.


Mas como isso é possível se o ser humano tem tudo a seu dispor? E quem disse que tudo isso preenche vazio existencial? Até porque vazio não preenche vazio. Para todos os vazios: o da alma, do coração, da mente e o existencial, o remédio é o mesmo (?).


De forma bem simples pode-se dizer que vazio é a ausência do essencial onde ele deveria estar, ocupando o lugar que é dele, e o que é essencial? É Aquele que criou todas as coisas (Deus).


A ausência de Deus na vida das pessoas causa verdadeira catástrofe, que gera desequilíbrio em todas as esferas da vida.

O ser humano não foi criado para ser vazio, mas, para ele se dar conta que dentro de si existe um espaço a ser preenchido, é necessário autoconhecimento, um tesouro nos tempos atuais, pois as pessoas desta geração não se conhecem, e tentam a todo custo preencher vazio com vazio. A forma mais segura de eliminar de vez o vazio é praticar ser autêntico consigo mesmo e com os demais, viver com gratidão por estar vivo, silenciar, ter essência é sinônimo de cura interior.


As coisas que o dinheiro não compra são as mais caras que existem. Pois o ser humano não foi feito para o vazio, nem o vazio foi feito para o ser humano, às vezes, o que existe é um certo desequilíbrio na vida humana.

Olhe para dentro de si mesmo e perceba o que precisa ser preenchido pelo amor, somente ele pode acabar com o vazio de uma vez por todas, onde há amor não existe vazio.

Destaque
Tags